Ticker

Ministério da Defesa volta a cobrar TSE. E desta vez estipula prazo.

Em ofícios registrados como "urgentíssimos", governo pede para ser respondido até dia 12 de agosto


O Ministério da Defesa voltou a pedir acesso aos códigos-fonte das urnas eletrônicas e dados de pleitos anteriores ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Dessa vez, estipulou prazo até 12 de agosto para receber as informações, segundo a pasta, devido ao “exíguo tempo disponível até o dia da votação” das eleições deste ano para que as Forças Armas possam analisar as informações.

Ao todo são três ofícios. Dois registrados com a data desta segunda-feira (1), e alerta de “urgentíssimo”, e um terceiro pedido com a data da quinta-feira passada (28).

Nesta segunda, o TSE se reuniu com todos agentes fiscalizadores das eleições, inclusive as Forças Armadas. Fontes militares afirmaram à CNN que o encontro foi técnico, cordial mas que, na avaliação deles, faltaram algumas respostas. Não é a primeira vez que o Ministério da Defesa cobra o TSE para ter acesso ao que chama de subsídios técnicos das últimas duas eleições.



Segue e gente Telegram: Telegram

Twitter / Facebook /GTTER: @gentedecente2022 
Youtube

Siga o Blog: Basta clicar em “seguir” na coluna direita do Blog para você ter acesso às nossas atualizações.
Gente Decente

Sou brasileiro. Da gema. Conservador chato, renitente e resiliente.

Postar um comentário

Por favor:
Sem stress e agressões, assim como posturas descabidas.
Comente, divirja mas com educação.
E principalmente: SEM AMEAÇAS. O autor deste blog não é idiota.

Postagem Anterior Próxima Postagem